Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Vídeos em destaque

130 anos da abolição da escravatura: Discurso do Secretário Executivo do Ministério da Justiça

Discurso do Secretário Executivo do Ministério da Justiça, Gilson Libório de Oliveira Mendes, durante abertura do evento "130 anos da abolição da escravatura".

130 anos da abolição da escravatura: Discurso da Diretora-Geral do Arquivo Nacional

Discurso da Diretora-Geral do Arquivo Nacional, Carolina Chaves, durante abertura do evento "130 anos da abolição da escravatura".

Tutoriais de consulta ao acervo

O Arquivo Nacional apresenta uma série de vídeos tutoriais sobre o ‘passo a passo’ para pesquisa no Sistema de Informações do Arquivo Nacional - SIAN.

  • Telefones Coreg
  • Sala de consultas
  • Interdição do Acervo

Arquivo Nacional participa da inauguração de exposição sobre a 2ª Guerra Mundial

O presidente da República, Michel Temer, inaugurou nesta quinta-feira (17) a exposição "Entre a Saudade e a Guerra" no Palácio do Planalto em Brasília. A Diretora-Geral do Arquivo Nacional (AN), Carolina Chaves, e o Coordenador Regional do AN...

Mostra "130 Anos da Abolição da Escravatura" segue aberta ao público até junho

Às 15 horas do dia 13 de maio de 1888 foi assinada pela Princesa Isabel, no Paço Imperial, a Lei Áurea, diploma legal que extinguiu a escravidão no Brasil. O processo de abolição no país foi lento e gradual, com muitas revoltas de...

Oficinas Regionais do Programa Memória do Mundo da UNESCO

O Comitê MoWBrasil oferece, durante o prazo de submissão de candidaturas a seus editais, oficinas regionais para apresentação do programa e treinamento para redação de propostas.   As oficinas regionais têm por objetivo diversificar...

Mostra Afro-Brasileira de Cinema do Arquivo Nacional presta homenagem a Nelson Pereira dos Santos

Nos dias 10 e 11 de maio o Arquivo Nacional realizou a "Mostra Afro-Brasileira de Cinema - Tributo a Nelson Pereira dos Santos". O evento fez parte do calendário de atividades da semana "130 anos da Abolição da Escravatura", organizado pela...

Documentos Históricos

Documentos Históricos

Acervos Privados

Acervos Privados

Entrada de Estrangeiros

Entrada de Estrangeiros

Educação

Educação

Portais

Portais

Publicações

Publicações

Ditadura Militar

Ditadura Militar

Eventos

Eventos

Exposições virtuais

  • 190 Anos Ministério da Justiça
  • 50 anos de desenvolvimento nacional
  • Capitais Bossa Nova
  • Drama e euforia – O Brasil nas Copas de 50 a 70
  • Razão, memória e imaginação: Encyclopédie
  • Estado Novo: 1937-1945
  • Estampas do Rio
  • França uma festa brasileira
  • Imagens da mulher brasileira
  • Brasil o Império nos trópicos
  • A imprensa alternativa no acervo do Sistema Nacional de Informações (1964-1985)
  • Jango a nossa breve história
  • Japão, Brasil: centenário de um encontro
  • Nas águas do mesmo Lago
  • O mundo luso-brasileiro
  • Nação Brasílica 180 anos de Independência
  • A história em preto e branco: periódicos no Brasil do século XIX
  • Recine – Nas ondas do rádio
  • Rio 1908: a cidade de portos abertos
  • O Rio do morro ao mar
  • Viagens Italianas

Arquivo na História

Lívio Abramo

Autodidata, Lívio Abramo (1903-1992) tornou-se um dos mestres da gravura brasileira e contribuiu para a difusão da gravura de arte no país. Atuante nos campos da política e da luta sindical, Lívio incorporava o cotidiano de operários e camponeses em suas obras. Nelas, segundo sua irmã, a...

Brasil campeão do mundo! Este ano marca os 60 anos da primeira conquista brasileira em copas do mundo, quando o Brasil sagrou-se campeão nos campos da Suécia. Nenhuma outra seleção ganhou tantas copas. Além de 1958, a seleção brasileira venceu as edições da competição em 1962, no Chile, em 1970, no México, em 1994, nos Estados Unidos, e 2002, sediada pela Coréia do Sul e Japão. Na Suécia, após enfrentar Áustria, Inglaterra e União Soviética na fase de grupos, a seleção brasileira derrotou País de Gales nas quartas de final, França na semifinal e bateu os donos da casa na final pelo placar de 5 x 2. Com uma seleção repleta de craques, como Garrincha, Didi, Nilton Santos, Dida, Bellini, Djalma Santos e Zito, o Brasil apresentou aquele que se tornou o maior jogador de todos os tempos. Pelé, com apenas 17 anos de idade, encantou o mundo, marcando seis gols, incluindo um gol contra a Suécia que entrou para a história como um dos mais bonitos dos mundiais. Na imagem, jogadores brasileiros comemoram o título após a partida contra a Suécia, 29 de junho de 1958. Arquivo Nacional. Fundo Correio da Manhã. BR_RJANRIO_PH_0_FOT_03582_033 #copadomundo #selecaobrasileira #brasil1958 #suecia1958 #brasilcampeao #copa #mundial #futebol #soccer #football #worldcup #copadomundo #fifa #rumoaohexa #copadelmundo #bellini #garrincha #zagallo #niltonsantos #arquivonacional #arquivonacionalbrasil #nationalarchivesofbrazil #AN180anos

Uma publicação compartilhada por Arquivo Nacional (@arquivonacionalbrasil) em

Fim do conteúdo da página