Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Arquivo Nacional no seminário "Governança Arquivística"
Início do conteúdo da página

Arquivo Nacional no seminário "Governança Arquivística"

Escrito por Simone Mourão | Publicado: Sexta, 01 de Novembro de 2019, 13h58 | Última atualização em Sexta, 01 de Novembro de 2019, 14h27

Neide De Sordi, diretora-geral do Arquivo Nacional, participou, no último dia 30 de outubro, da abertura do seminário “Governança Arquivística: Desafios Contemporâneos na Gestão de Arquivos”.

O seminário foi promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Memória e Acervo da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), e teve por objetivo promover a produção e difusão de conhecimento sobre a gestão de arquivos públicos e privados no cenário contemporâneo.

A palestra de abertura do evento foi conferida pelo professor José Maria Jardim, do Programa Pós-Graduação da FCRB, que discorreu sobre a importância da Governança Arquivística e sobre as suas configurações. O professor apontou que a governança arquivística é marcadamente colaborativa, referindo-se a um conjunto de aspectos sociais, culturais, políticos e técnico-científicos que caracterizam o cenário arquivístico e seu entorno, tendo por objetivo a qualidade da gestão de arquivos e sua inserção nas formas como o poder público é exercido em um regime democrático. Apontou, ainda, que essa noção demanda a uma atitude de inovação gerencial por parte das instituições arquivísticas e de seus atores.

A diretora-geral do Arquivo Nacional parabenizou os organizadores pela escolha do tema do evento, que vai ao encontro das estratégias que estão sendo delineadas no Arquivo Nacional para o aprimoramento da gestão, destacando a minuta do decreto da política de gestão de documentos e arquivos da Administração Pública Federal, a ser disponibilizada em consulta pública, e o planejamento estratégico do AN para o período 2020 - 2023, que será aprovado por portaria do Ministro da Justiça e Segurança Pública.

Para a diretora-geral, “produtividade e a eficiência são valores que se busca alcançar por meio da melhoria de indicadores, bem como da conformidade com a legislação arquivística, normas e procedimentos, de forma a adequar a atividade do Arquivo Nacional às necessidades da Administração Pública Federal, inovando sempre que for necessário, mitigando riscos relacionados à imagem institucional, e dando consecução à missão do órgão”.

Foto DG Casa Rui

registrado em:
Fim do conteúdo da página