Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Premiação marca a sexta-feira do Arquivo em Cartaz 2017
Início do conteúdo da página
Arquivo em Cartaz 2017

Premiação marca a sexta-feira do Arquivo em Cartaz 2017

Escrito por ASCOM | Publicado: Sexta, 08 de Dezembro de 2017, 15h53 | Última atualização em Sexta, 08 de Dezembro de 2017, 16h09

A Cerimônia será no Arquivo Nacional e contará com o anúncio dos vencedores do Troféu Batoque. Festival continua até o dia 13 de dezembro no Cine Arte UFF, em Niterói

Nesta sexta-feira, 08/12, o Arquivo em Cartaz – Festival Internacional de Cinema de Arquivo finaliza suas atividades no Arquivo Nacional, no centro do Rio de Janeiro, e inicia sua programação no Cine Arte UFF, em Niterói. Na capital, o dia será marcado pelo anúncio dos filmes vencedores da Mostra Competitiva e da Oficina Lanterna Mágica e sessão de pré-estreia do filme “Clara Estrela”, de Suzanna Lira e Rodrigo Alzuguir, no Cine-Pátio. Em Niterói, o evento abre sua programação com o filme “O Homem que Virou Suco”, de João Batista de Andrade. Até o dia 13/12, o Arquivo em Cartaz estará no Cine Arte UFF em sessões diárias gratuitas, sempre às 21h.

Programação completa


Foto - Leo Lara/Universo Produção 

Às 19h30, o anúncio dos vencedores da Mostra Competitiva e ganhadores do Troféu Batoque nas categorias júri oficial e júri popular, seguido da pré-estreia nacional do filme “Clara Estrela”, concluem as atividades no Arquivo Nacional.

Também à noite, às 21h, o filme “O Homem que Virou Suco”, na Mostra Homenagem CPCB, abre a programação no Cine Arte UFF. Desde 2015 na lista dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos, da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), a obra restaurada pelo CPCB será exibida em 35mm, sendo uma rara oportunidade para conferir o longa em seu formato original.

180 ANOS DO ARQUIVO NACIONAL

O Arquivo em Cartaz marca o início das comemorações oficiais de 180 anos de fundação do Arquivo Nacional, instituição criada em 2 de janeiro de 1838. Ele nasceu como Arquivo Público do Império, conforme previsto na constituição de 1824, com a finalidade de guardar os documentos públicos. Ao longo de quase dois séculos da história do Brasil, se consolidou como a principal instituição arquivística do país, construindo um papel central na preservação da memória nacional e na administração pública federal.  

A instituição conserva, em sua sede, no Rio de Janeiro e em sua Coordenação Regional no Distrito Federal, mais de 55 quilômetros de documentos textuais, quase 2 milhões de fotografias e negativos, além de milhares de arquivos, que incluem filmes, álbuns fotográficos, diapositivos, caricaturas e charges, cartazes, cartões postais, desenhos, gravuras e ilustrações, mapas, registros sonoros e uma coleção de livros raros.

O ARQUIVO EM CARTAZ

O Arquivo em Cartaz – Festival Internacional de Cinema de Arquivo será realizado até 13 de dezembro, no Rio de Janeiro e em Niterói, e apresenta ao público 78 títulos- 46 curtas, 18 médias e 14 longas-metragens, em pré-estreias, retrospectivas, mostras temáticas e competitivas. Serão 10 dias de programação intensa e gratuita que inclui também homenagens, debates, masterclass e exposições. A programação do Arquivo em Cartaz conta com nove mostras temáticas: Mostra Homenagem, Mostra Acervos, Mostra Competitiva, Mostra Cinema no Pátio, Mostra Arquivo N, Mostra Arquivo Faz Escola, Mostra Arquivos do Amanhã, Mostra Oficina Lanterna Mágica e Sessão Temática, cada uma delas com conceito próprio.

Realizado pelo Arquivo Nacional em parceria com a Universo Produção e o Instituto Universo Cultural, o evento tem como objetivo promover a difusão do patrimônio audiovisual, contribuindo para a preservação e recuperação da memória cinematográfica brasileira. Seu principal intuito é divulgar e incentivar a realização de filmes produzidos com imagens de arquivo, exibir películas restauradas, além de oferecer oficinas dedicadas a preservação e tratamento de arquivos cinematográficos, como uma ferramenta de indiscutível importância na salvaguarda da memória audiovisual brasileira. O evento ocupa dois espaços: Arquivo Nacional (Cine Pátio – 400 lugares e Cine-Teatro – 150 lugares), na cidade do Rio de Janeiro; e Cine Arte UFF (290 lugares), em Niterói.

Toda a programação é oferecida gratuitamente ao público e pode ser acessada no site www.arquivoemcartaz.com.br.   

 Fonte: Universo Produções

Acesse os links para obter todas as informações sobre o Festival ou siga no Facebook

Visite a galeria de imagens clicando aqui

Publicado por:

ASCOM-Assessoria de Comunicação Social

Visite nossas redes sociais:
Twitter - https://twitter.com/ArquivoBrasil
Facebook - https://www.facebook.com/arquivonacionalbrasil
Pinterest - https://br.pinterest.com/arquivonacional
Instagram - https://www.instagram.com/arquivonacionalbrasil
YouTube - https://www.youtube.com/channel/UCcB7XUfJLfmtXx5KRKWAwCg
SoundCloud - https://soundcloud.com/arquivo-nacional
Flickr - https://www.flickr.com/photos/arquivonacionalbrasil/

Para consultar o acervo do Arquivo Nacional, acesse: 
http://www.arquivonacional.gov.br/consulta-ao-acervo/sian-sistema-de-informacoes.html

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página